Kalahari

Depois de viajar muitos KMs, acampamos pouco depois de Kuruman, numa Game farm, fazenda com animais selvagens. Era importante para ver se não havíamos esquecido nada, e se estava tudo em ordem. Acordamos com macacos pulando nas barracas, e pudemos nos familiarizar com outros animais que veríamos daqui para frente. Novos problemas com a Landy resolvidos, viajamos mais alguns km e paramos no meio do Deserto do Kalahari (que já não é mais o mesmo). Acampamos no topo de uma duna. Agora sim!! Pode parecer cliché, mas o por do sol foi fantástico, como sempre é na Africa. O céu estrelado no meio do deserto nem se fala… Íamos ficar só uma noite, mas não conseguimos partir, tava muito show. Problemas na Landy superados, rodamos mais vários KMs e sérios problemas apareceram. O Piter montou a Land Rover inteira, tinha muitas peças de reposição, mas desta vez precisava de um mecânico  Passamos horas numa cidade no meio do nada, esperando a landy ficar pronto. Por sorte tinha um Lodge legal, e almoçamos lá. Tudo pronto, seguimos viagem no escuro mesmo, para não perder tempo. As duas e meia, já cansados, paramos e acampamos na beira da Estrada, que não passava uma alma. O bonitão aqui ficou com preguiça de montar a barraca e dormiu no carro, mesmo sem ter o vidro nas janelas traseiras. No deserto a temperatura varia mais de 40 graus em um só dia, portanto a noite fica temperaturas negativas. Calculem o frio… Pelo menos a Landy parecia estar em ordem agora.

Frio no Kalahari

Frio no Kalahari