Vistos para brasileiros

Inicialmente criei esta pagina depois de receber algumas mensagens e e-mails pedindo informações de vistos para BRASILEIROS nas fronteiras. Como muitas pessoas viajam de avião, estou incluindo informações sobre a possibilidade de tirar os vistos nos aeroportos também. Parte das informações são de experiência própria e  parte por terem me falado ou lido. Caso tenham tido uma experiência distinta, por favor comentem. As politicas sobre vistos mudam, portanto busquem saber por outras fontes também. Tentarei sempre atualizar este post quando tiver novas notícias.

Para ver fotos de vistos e carimbos clique aqui

** Para tirar vistos em embaixada, optem por países que fazem fronteira, pois normalmente estão acostumados com o procedimento, ficando assim mais fácil.

1- ÁFRICA:

1.1- Brasileiros não precisam de visto para:

Africa do Sul, Botsuana, Marrocos, Namíbia, Suazilândia, Tunísia

1.2- Vistos da África que podem ser emitidos nos aeroportos:

Burkina Faso, Cabo Verde, Comoros, Costa do Marfim (E-Visa), Djibuti, Etiópia, Madagascar, Maurício, MauritâniaSenegal, Seychelles, Somalilândia, Somália, Zimbábue, 

Egito– Nova regra 03/15: Vistos  não são mais emitidos nos aeroportos.

1.3- Vistos na África que podem ser comprados nas fronteiras:

Quênia, Mauritânia, Ruanda, Tanzânia, Togo, Uganda, Zâmbia, Zimbábue

Malawi – ” já é possível conseguir uma “restriction letter” nas fronteiras. Ou seja, pode-se chegar até a fronteira sem o visto e solicitar uma carta autorizando a entrada, com posterior pagamento do visto no Dep. de Imigração em Blantyre. Atenção: se for voar para o Malawi, a cia aérea só liberará o check in se tiver um visto, portanto a “restriction letter” vale só para quem entra por terra. O valor é de 70 USD single entry. O Embaixador do Brasil para Lilongwe já foi mobilizado e em breve a Embaixada
deverá abrir, sendo prioritária a negociação de isenção de visto para turistas brasileiros (devemos ter novidades em 2014). Informação do Mike Weiss, Brasileiro que mora já morou no Moçambique e atualmente mora no Malawi (quando não está viajando o mundo!).

Burundi – Visto de TRANSITO pode ser emitido nas fronteiras, e pode ser prorrogado facilmente na central de imigração.

*Lesoto – O visto NÃO é emitido na fronteira para brasileiros, e na embaixada em Durban pode levar ate uma semana para ficar pronto. (O Jorge Otavio e Mike Weiss conseguiram entrar em Lesoto sem vistos antecipados. Vejam os relatos deles nos comentários)

*Congo- O visto NÃO é emitido na fronteira para brasileiros. Existem casos onde se pode deixar o passaporte e entrar para conhecer a região perto da fronteira da Ruanda.

* Etiópia – Visto NÃO é emitido na fronteira com o Quênia, mas e emitido na fronteira com Djibouti. Demorou 24 horas para ficar pronto na embaixada em Uganda. Insistiram que dava para tirar na fronteira, mas cuidado, não da!! (e o caminho e longo se for barrado!!!) 

* Somalilândia – Visto NÃO é emitido na fronteira, mas pode se tirar em 15 minutos na embaixada da Somalilândia em Addis Ababa- Etiópia.

2- ÁSIA:

2.1 PENÍNSULA ARÁBICA:

2.1.1 Visto Península Arábica emitido no Aeroporto

Emirados Arabes – Precisa ser atrelado a uma reserva de hotel. Pode facilitar se tirar com a Emirates Airlines ou com uma agencia como a South Travels (Mike Weiss Recomenda)

Omã

Bahrain (E-visa)

2.1.1 Visto emitido Península Arábica emitido nas fronteiras

* Iêmen – NÃO é emitido nas fronteiras, precisa tirar visto em alguma embaixada. Na Etiópia pedem carta de recomendação do seu país, mas no Djibuti se tira no mesmo dia.

*Arabia Saudita,  Catar, Kuwait – Visto não pode emitido tirado nas fronteiras e aeroportos


2.2 SUDESTE ASIÁTICO:

2.2.1 Brasileiros Não precisam de visto para:

Tailândia, Malásia, Cingapura, Filipinas

2.2.2 Visto Sudeste Asiático emitido no Aeroporto

Camboja, Indonésia, Mianmar (E-visa www.myanmarvisa.com/visaprocedure.) Timor Leste, Vietnã (E-Visa www.Vietnam-Immigration.org)

– Visto Sudeste Asiático emitido nas fronteiras:

Camboja

Indonésia – Visto de 30 dias pode ser emitido nas fronteiras marítimas. Para 90 dias, solicitar em alguma embaixada.

Laos – Visto pode ser emitido nas fronteiras, mas pode demorar bastante.

Timor Leste

*Myanmar – Visto de um dia pode ser emitido na fronteira norte da Tailândia, porem teoricamente os estrangeiros não podem seguir pelas estradas desta região. Na embaixada em Bangkok demora 2 dias.

*Brunei – NÃO pode ser emitido nas fronteiras

2.3 EXTREMO ORIENTE:

2.3.1 Brasileiros não precisam de visto para:

Coreia do Sul, Hong Kong, Macau

2.3.2 Visto Extremo Oriente emitido no Aeroporto e algumas fronteiras

Mongólia

Vistos NÃO podem ser emitido nas fronteiras marítimas nem no aeroporto para:

Japão , China,  Coreia do Norte (precisa fazer parte de um grupo turístico), Taiwan, Tibet

2.4 SUBCONTINENTE INDIANO (Sul da Ásia):

2.4.1 Brasileiros precisam de visto para todos os países do sul da Ásia

2.4.2 Visto Sul da Ásia emitido no Aeroporto

Índia(E-visa), Nepal, Sri Lanka (E-visa  http://www.eta.gov.lk/slvisa)

2.4.2 Visto Sul da Ásia emitido nas fronteiras

Nepal

Outras recomendações

*Bangladesh –  Com a nova embaixada no Brasil, não emitem mais o visto no aeroporto.

* Índia – Visto NÃO pode ser emitido na fronteira. Demora 5 dias uteis para ficar pronto nas embaixadas indianas.

* Paquistão – ATENÇÃO, nova norma no final da temporada 2011 diz que não pode mais tirar visto em Sost vindo da China. Veremos como vai ser em 2013. NÃO pode ser emitido nas fronteiras do Irã e Índia nem no aeroporto.

2.5 ÁSIA CENTRAL:

2.5.1 Brasileiros precisam de visto para todos os países da Ásia Central

2.5.2 Vistos Ásia Central emitidos no Aeroporto

Cazaquistão (Com carta convite), Quirguistão, (Sem Carta Convite), Usbequistão (com carta convite), Tadjiquistão (sem carta convite), Turcomenistão (com carta convite)

2.5.3 Vistos Ásia Central emitidos nas fronteiras

Turcomenistão, se agendado previamente e com guia do governo esperando. Caríssimo!

Visto de trânsito (5 dias) para o Turcomenistão pode ser emitido no Irã.

Leiam http://saiporai.wordpress.com/2011/04/21/vistos-complicados-2/ para ver como tiramos alguns destes vistos em Istambul.


2.6 ORIENTE MÉDIO:

Israel e Territórios Palestinos – Não precisa de visto. Se for viajar para algum pais muçulmano depois, peça para carimbarem num pedaço separado de papel. (países que não reconhecem Israel como Estado, não aceitam o carimbo no passaporte)
Ir para Cisjordânia é tranquilo (mas os postos de controle israelenses não são simpáticos), só tem que estar com seu passaporte.  Já para Gaza, não estão deixando entrar

Jordânia – Visto pode ser emitido nas fronteiras e aeroportos

Síria – Visto PODE ser emitido nas fronteiras!! Não acredite no Lonely Planet e sites da internet. Entramos 2 vezes e foi super rápido. Somente americanos e algumas outras nacionalidades estavam tendo problemas. Com a guerra não sei como que está.

Líbano – Visto pode ser emitido nas fronteiras e Aeroportos

Curdistão iraquiano- Visto gratuito pode ser emitido na fronteira com a Turquia

Turquia – brasileiros não precisam de visto

Irã – Visto não pode ser tirado na fronteira mas pode no aeroporto. (pedem e ligam para o teu hotel e conferem passagem de saída)

*Iraque – NÃO pode ser emitido nas fronteiras. Nas embaixadas de Amã e Damasco da para tirar o visto.

3 EUROPA:

3.1 Quase todos os países brasileiros não precisam de visto:
Albânia, Alemanha, Andorra, Áustria, Bélgica, Bósnia Herzegovina, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Kosovo, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Liechtenstein, Macedônia, Malta, Mônaco, Montenegro, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, Rep Tcheca, Romênia, Russia, Servia (desde Ago/13), Suécia, Suíça, São Marino, Turquia, Ucrânia (desde Nov/2011), Vaticano,

3.2 Vistos europeus nos aeroportos:

Armênia, Azerbaijão (e-visa)

3.2 Vistos europeus nas fronteiras:

Armênia, Transnístria

3.3 Países europeus onde visto precisa ser providenciado com antecedência em qualquer caso:
Bielorrússia e Moldávia

4 AMÉRICA:

4.1 América do Sul:

Brasileiros não precisam de visto para:

Argentina, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Chile, Peru, Venezuela, Equador, Bolívia, Suriname, Guiana.

*Guiana Francesa – Brasileiros precisam de visto e não é emitido na fronteira.

4.2 America Central:

Brasileiros não precisam de visto para:

Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá (comprovante de passagem de saída do país pode ser solicitado)

Belize – Visto pode ser pode ser emitido na fronteira e aeroporto

4.3 Caribe

Brasileiros não precisam de visto para:

Antígua e Barbuda, Aruba, Bahamas, Barbados, Bermuda, Bonaire, Curaçao, Dominica, Granada, Guadalupe, Haiti, Ilhas Cayman, Ilhas Virgens Britânicas,  Jamaica, Martinica, Montesserat, São Bartolomeu, Saint Kittis and Nevis, Sta Lucia, Saint Martin/Maarten, Saint Pierre, St Vicente e Granadinas, Trinidad e Tobago, Turks e Caicos.

Para Cuba e Rep Dominicana não precisa de visto mas cobram um Turist Card.

Porto Rico- exigem o visto americano

4.4 America do Norte:

México e Groenlândia- Brasileiros não precisam de visto

EUA, Canada- Visto Não pode ser emitido na fronteira nem aeroportos

5- Oceania

Brasileiros não precisam de visto para: Nova Zelândia, Cook Islands, Fiji, Polinésia Francesa, Micronésia, Nova Caledônia, Niue, Palau, Samoa, Ilhas Salomão, Toga, Tuvalu, Vanuatu, Wallis e Futtuna.

Papua Nova Guiné – Visto emitido no aeroporto

Austrália – Visto deve ser solicitado eletronicamente com antecedência. http://www.immi.gov.au/

Achei este mapa interessante, no site  http://en.wikipedia.org/wiki/Visa_requirements_for_Brazilian_citizens tem boas informações também, apesar de não considerar a possibilidade de tirar vistos nas fronteiras terrestres.

168 comentários em “Vistos para brasileiros

  1. Pingback: documentos | vistos e fronteiras | viagem.vc

  2. Gui, achei show de bola essa tua lista. Às vezes nem mesmo o pessoal das embaixadas aqui no Brasil sabe que dá para tirar alguns vistos na fronteira.

    Acho que querem que a gente faça o visto aqui no Brasil senão a embaixada ou consulado vai à falência! :-) Principalmente o Líbano e a Síria.

    By the way, agora estou com um blog de dicas de viagem. Seria legal se você pudesse linká-lo ao teu. E espero que goste. http://viagem.vc

    Planos para voltar? Não deixe de passar por Aleppo para comer a melhor comida árabe da Terra. Palmyra também vale a pena. Alugue um carro, não custa muito e dirigir na estrada que vai de Damasco até lá é show. Deserto, deserto, deserto… com um Bagdad Café no meio da estrada.

    Bjos para a Bibi!
    V

    • Pois e Vi, espero que ajude. As vezes recebemos informacoes contraditorias, e acabamos vendo na hora.
      Novo blog? Da onde vcs arranjam tempo?! Serio mesmo!!! Vou dar uma olhada e colocar o link.
      Fiquei sabendo que logo vai ter livro novo tambem! Vcs tao demais!

      Abs
      ps- a Bibi ta mandando um beijao

  3. Oiii eu tava fazendo uma pesquisa pela internet e vi o seu site,eu quero muito ir para o libano esse ano e minha preocupação é em relação ao visto…eu quero ir visitar meu namorado q mora lá.e queria saber se na chegada ao aeroporto em beirut tem como conseguir o visto.se puder me enviar uma resposta pro meu email ladyy_akasha@hotmail.com ficarei muito grata…bju

    • Oi Soraya,

      sim, brasileiros podem tirar o visto para o Libano no aeroporto em Beirut. Os precos dependem da validade. O visto pode ser estendido com muita facilidade em qualquer departamento de imigracao, entao da para ficar bastante tempo se quiser…

      Boa viagem!

      • Nossa, estou com uma vaigem marcada daqui a alguns dias pra o Libano e só agora soube que preciso de um visto. Como funciona para tirá-lo no aeroorto? Preciso levar algum tipo de documentação? Quanto custa? Estou com medo de me mandarem de volta! Só vou passar 5 dias de férias lá! Não tenho como tirar esse visto online não?

      • Oi Rebeca, a principio vc tira o visto com facilidade no aeroporto, mas ligue para o consulado para confirmar. Eu fui por terra e foi tranquilo.
        No maximo vão te pedir a passagem de volta, que vc tenha dinheiro suficiente para sua estadia e reserva do hotel ou contato de quem vc for ficar na casa.
        Ligue para o consulado, mas acho que não tem com o que se preocupar.

        Abs

    • Oi Tati!
      Pois e, deixei o Mexico para a etapa “america” do saiporai…hehe Mas precisa de visto, parece que se tiver o visto americano tem regalias…
      To esperando o email do gerald!! Voces vao vir para Istambul ou nao? Achei que ele tava falando serio…rs
      Depois de amanha estamos la!
      Bjs,

  4. Tudo bem? Parabéns pelo blog e pelo espírito real de viajante!

    Gostei muito de ler, pois teu (e agora da Bibi) estilo de viagem é muito parecido com o meu…
    Já viajei bastante por aí, também fiz uma volta ao mundo e agora estou trabalhando para uma multinacional brasileira em Moçambique.

    Perguntas:
    Como está o preço dos vistos do Malawi, Zambia, Uganda, Kenya? Todos acima dos 50 dólares?
    Foi fácil tirar o visto de Myanmar?
    E o visto do Paquistão, também foi tranquilo?

    Para atualizar a tua lista (experiência própria):
    Suazilândia: brasileiro não necessita mais de visto
    Egito: Visto obtido no aeroporto. Na fronteira com Israel (Eilat) o visto obtido na fronteira vale somente para o Sinai. Se quiser ir até o Cairo, deve emitir na Embaixada em Tel Aviv. Atenção para o carimbo de entrada no Egito em Taba, pois tal carimbo inviabiliza viagens para alguns países islâmicos (Iran, Siria, Libya etc).
    Emirados Árabes: é possível tirar o permit através de agências de viagem via internet com alguns dias de antecedência. É a opção mais barata se não for concedido pela cia aérea.
    Sérvia: o visto realmente não pode ser obtido na fronteira. Mas é de facílima emissão na embaixada em Ljubljana. Custa 50 USD e sai na hora!

    Abraços,

    Mike Weiss

    • Ola Mike, tudo bem? Primeiro gostaria de agradecer pelas informacoes, vou atualizar. Sempre que tiver alguma coisa de um toque!
      Zambia foi 50usd, Kenya e Uganda 30 usd (ou menos). Malawi foi super caro. Queriam que esperasse uma semana, mas acabei tirando numa manha, mas paguei 100usd!!!
      Myanmar e tranquilo, demora 2 dias mas e facil. Paquistao depende do humor dos atendentes em Delhi. Falam que Katmandu e uma outra opcao boa para tirar…
      Fiquei surpreso sobre o Egito, achava que era em qualquer fronteira, inclusive Sudao! Vou alterar!
      Vc viajou por todos os Balcas? Eu to subindo, mas nao terei tempo para rodar tudo…
      Onde vc mora em Mocambique? Que bacana!

      Abraco,

      • OK, os preços dos vistos africanos até que não estão ruins então…
        Vc tem alguma notícia sobre as fronteiras de Myanmar. Se alguma fronteira entre Bangladesh ou Índia está aberta? O Thorn Tree dizia q não, mas já está um bom tempo sem updates.
        Aqui em Moz, aumentaram o visto de fronteira para incríveis 80 dólares!
        Sobre o Egito, a única exceção é a entrada via Israel que vale só para o Sinai (essa informação é de Abril/2009 qdo estava lá, mas parece que nada mudou até agora). Da Jordania (Aqaba) para Nuweiba no Egito parece que o visto vale normal (Egito todo). Eu me obriguei a tirar o visto em TLV para poder ir além do Sinai porque atravessei via Eilat/Taba. Que por sinal é uma travessia muito mais rápida e barata que o ferry. Se vcs forem para lá, não deixem de ir para Dahab!
        Eu fiz os Balcãs em Junho/Julho do ano passado. Sim… tbem não tive tempo para tudo, mas não perca a Bosnia, Montenegro e Croácia… imperdível. Especialmente na Croacia prepare-se para preços estratosféricos. (Sérvia não foi de todo o pior, mas não me empolgou muito).
        Ainda sobre os vistos, não sei se a notícia chegou para vcs que estão na estrada… mas um amigo brasileiro já entrou na Russia sem visto. Estamos livres. Viva o passaporte zuca!
        Abraços de Maputo,
        Mike Weiss

      • Entao Mike,
        Ate onde sei estas fronteiras estao fechadas. Mesmo para os estados do norte da india que fazem fronteira so da para ir com visto para grupos. Mas nao fui conferir. No sul da Tailandia da para seguir por terra para o Myanmar, mas logo tem que pegar ou barco ou aviao pois nao tem estrada. No norte, no shan state nao pode viajar estrangeiro.
        O preco do visto de Moz ta demais heim?! que e isto!!
        Ficamos sabendo do visto da Russia. Da uma vontade… Se bem que tem Iran na fila, mas vamos acabar subindo para os Balcas mesmo, e logo pegar voo de volta… Ta acabando a “brincadeira”, infelizmente…
        Estou fazendo couchsurfing em Istambul, e o pessoal aqui ta indo para a Africa, inclusive Moz em duas semanas.
        Qual e teu proximo destino?
        abs

  5. Iran é um dos que está na minha lista… mas também vai demorar um pouco. Agora é hora de trabalhar!
    O próximo destino (imediato) é passar o fds nas montanhas da Suazilandia aqui do lado mesmo…
    O “fim da brincadeira” assusta. Lembro do final da RTW… mas, acima de tudo dá a sensação de dever cumprido. E voltar para a rotina… cineminha, restaurante bom, sofá com National Geographic e chocolate quente também é bom!
    Sobre o Couch, não venha me dizer que vcs estão ficando com o Murat?! (ele mandou uma msg pedindo couch, já aceitei a request.

    Aproveitem os últimos dias na Ásia.

    Forte abraço

    • Mike,
      Assusta mesmo!!!!!!!!!!!! A Bibi ta mais na pilha de voltar, mas eu seguiria tocando por mais um bom tempo…
      To fazendo couch com o Mehmet, mas 2 amigos dele vao junto. So falta eles ficarem ai. Sao muuito gente boa!!
      Voce voltou pro Brasil e ficou quanto tempo la antes de ir para o Mocambique?

      Abs

      • mulher sente mesmo mais falta dos pequenos luxos do dia-a-dia. E a alegria de chegar ao conforto de casa é sempre boa… passei esse fds na Suazi, subindo umas montanhas, visitando umas tribos… mas chegar em casa e tomar um banhão é sempre bom demais.
        Que legal, cara… com certeza vou hospedar o Mehmet e amigo. Pode avisar aí!
        Fiquei só duas semanas no Brasil antes de vir para cá…
        Aguardo as novidades do blog.
        Abraaaço

      • Mike,
        Acredita que o Murat e o amigo do Mehmet? Mundo pequeno!
        Suazilandia deve ser show! Qualquer dia faco um couchs por ai!!
        Abraco

  6. Olá, Gostaria de saber se há realmente a possibilidade de Brasileiros retirarem o Visto na fronteira ao chegar no Egito, eu vou para Hurghada, mas se der para tirar o visto na fronteira, acho q deve ser valido para todos os lugares.

    • Erico… eu fui para o Egito por terra, cruzando por Taba no ano passado. Na época, o visto obtido em Taba só era válido para alguns lugares turísticos da península do Sinai (ou seja, não inclui Hurghada). Mesmo dentro do Sinai, passei por muuuitos check points… e, pelo menos na época, não era possível atravessar para o Cairo ou Hurghada, por ex., se não tivesse um visto emitido já no passaporte. Ou seja, tive que emitir um visto na embaixada do Egito em Tel Aviv, pois não queria ficar só no Sinai. Sugiro ligar para a Embaixada egípcia em Tel Aviv e consultar a situação atual.

      • Erico, nada como alguem que ja foi. Seguir o que o Mike falou e a melhor opcao, para nao acabar na roubada num check point indo ao sul. Nao custa nada se previnir. Depois que for, conte para nos como esta o procedimento, assim atualizaremos aqui!
        Abraco

  7. Gui… vc presta um serviço muito importante. Eu e meu marido estamos indo para Africa em Dezembro 2010 atravessando as fronteiras de alguns países. Achei este Blog e adorei as informações. Escrevi para as embaixadas e tô aguardando resposta. Mas o de Ruanda por exemplo, estou com o e-mail errado rwandemb@rawandemb.org… Depois da sua informação vamos tenhtar obteros vistos de Malaui. Mas e Ethiópia q não tem embaixada aqui não sei como fazer.
    Agradeço por qualquer informação.

    Um abraço!

    • Oi Gracil,
      muito obrigado! Como viajante independente, acredito que as melhores informacoes sao as praticas e nao as escritas.
      Entao, fui para a Ruanda da Uganda. Voce pode tirar o visto em Uganda, mas nos tiramos na fronteira. O oficial ainda perguntou: “Voces tem uma carta convite?”
      como sabia que estavam nos testando (muitos lugares fazem isto para tentar uns trocados), respondi: “fui na embaixada em Kampala e falaram para eu tirar aqui mesmo, Brasileiros nao precisam!” Cinco minutos estavamos com os vistos.
      Malawi falam que demora uma semana, mas na conversa da para conseguir mais rapido.

      Abraco

  8. Gui… Depois de ler seu bate-papo com o Mike gostaria de fazer outras perguntas. Primeiro.. não precisdamos de visto para entrar na Russia? Estamos indo em Junho de 2011 onde vamos passar um mes viajando de trem. Estamos sabendo q o país é um absurdo de caro em tudo e para estrangeiros há preços diferenciados,lógico, mais caro do que os russos pagam. Fomos à India e em alguns casos é assim tb, como nas entradas de alguns pontos turísticos. Para indianos 10 rupias e para estrangeiros 10 dólares. Em 2006 demos a volta ao mundo passando por 25 países. Se vc precisar de alguma informação sobre visto no seu blog podemos passar alguma do nosso roteiro, ok?
    Moçambique 80 dólares para entrar? Q assalto? Pode nos passar o e-mail do Mike? Na Africa vamos para…
    Africa fo Sul, Madasgascar, Moçambique, Suizilândia, Etiópia, Kenia, Uganda, Ruanda, Tanzânia, Malaui, Zambia, Zimbabwe, Botswana, Namíbia. Destes o q vc nos diria: “Não deixe de tirar o visto antes de sair do Brasil porque o resto é tranquilo!” Grata e mais uma vez obrigada!

    • Oi Gracil, entao, eu nao fui para a Russia, mas saiu na midia que desde junho de 2010 Brasil/Russia fizeram um acordo e agora nao precia de visto. Nao sei se existem restricoes, mas acredito que nao. Ouvi falar que e caro para estrangeiros mesmo, mas vale aquela mesma dica, ir onde os estrangeiros nao vao. La voce vai pagar o preco local. Claro que tem os lugares imperdiveis, mas existem os que nao estao na rota turistica por algum motivo, e por isto mais baratos e autenticos!
      Que legal que voces ja deram a volta ao mundo! Vcs tem um blog? Adoraria receber informacoes de paises que nao estao aqui, ou corrigir algo que postei errado!
      So dois lugares destes que vcs vao e preciso se “preocupar” com o visto. Malawi e Ethiopia.
      No caso da Etiopia, se voce for voar para la, nao tem problemas, pode tirar no aeroporto. Se for por terra, recomendo tirar na embaixada de Kampala-Uganda, que ao conrario da de Nairobi, nao tem fila. Fica pronto em um ou dois dias, bem tranquilo.
      Malawi foi aquilo que te falei. Eu tirei no mesmo dia. A mulher era meio mal humorada, mas amoleceu com os pedidos de please, please…haha
      Zimbabue eu nao sei, mas meu cunhado foi para la a alguns meses e vou perguntar para ele e postar aqui.
      O resto e muuuito tranquilo, nao se preocupe!
      Quando viajam para a Africa? Quanto tempo?
      Quanto ao email do Mike, preciso da autorizacao dele, vc entende. Mas ele sempre ta aqui.
      Abs!

  9. Oi Gui… Vimos a notícia da não obrigatoriedade de visto para Brasileiros no site da embaixada da Russia. Isso é uma ótima notícia! Bingo para o ministro das relações exteriores. Vamos passar quase 3 meses na Africa. Chegaremos de avião na Ethiópia e portanto se isso facilitar o visto tb é uma notícia tranquilizadora. Ótimo! Esse negócio de correr atrás de visto com antecedência é muito chato.
    Agradeço suas informações q já nos ajudaram bastante.
    Quianto ao Mike, entendo q precisa perguntar a ele. É q como ele está lápode passar alguma informação recente ou algumas dicas q porventura possa fornecer. Grata!

    • Com certeza Gracil! Vou mandar um mail para ele, mas tenho certeza que nao havera problemas.
      Chegando de aviao na Etiopia, e um visto a menos! Meu cunhado disse que para o Zimbabue foi tranquilo, so carimbou o passaporte na chegada.
      Sobrou o Malawi, que nao tem muita saida…

      Russia, Africa, vcs tao com a agenda cheia heim?!haha Que delicia!!

      Boa Viagem!

  10. Beleza então, congratulações pela sua fantastica viagem, e aproveitando a fresca passagem por tantos paises, queria ver se entro em contato contigo via email pra esclarecer umas duvidas, pois estou querendo ir pro Oriente Médio e talvez alguns paises africanos. Já fui duas vezes pra India e Sudoeste Asiatico e tenho boa bagagem. Minha duvida são os budgets regionais nestes paises… Agradeceria se mandasses um email pra mim, e assim faço algumas perguntinhas básicas eheheh! Um abração e aguardo contato. Om mani padme hum!

  11. Pingback: Como planejar uma viagem de longa duração – Parte 1 | Mochilagem

  12. Olá Guilherme, eu e meu marido estamos interessados em fazer uma viagem de turismo (mochila – camping e albergues) de 1 ano pela Europa. Temos passaporte brasileiro. Precisamos de algum visto/permissão especial para permanência durante todo esse período lá? Como vcs fizeram?

    • Oi Ange,

      vcs vao ter que alternar entradas para os paises do acordo Schengen. Normalmente vao poder ficar 90 dias, e a cada nova entrada este periodo e renovado. Alternem idas para Irlanda, Reino unido, Russia, Turquia dentre outros. Nao e tao dificil, e so planejar a sequenia.

      Abs

  13. dica
    1) descendentes de Libanes que comprovem a origem ou por documento ou simplesmente demonstrar a origem atraves do dialeto Libanes e nome da familia e aldeia NO aeroporto R.Hariri ( Beyrouth ) … sera isento do visto.

  14. sou brasileiro estou indo pro líbano para estudar um ano. mas emiti a passagem e não deu tempo do visto de estudante chegar. é verdade que brasileiros estão isentos de visto no líbano ou que podemos pegar no aeroporto? quanto tempo posso estender? posso chegar a um ano sem problemas?

    • Oi Yunus,
      no teu caso, o melhor seria ir com a passagem e a matricula do curso no consulado do Libano. Para estudante acredito ser uma situacao diferente, e nao da para ficar estendendo tantas vezes assim.
      Nos informe o que o consulado te diz, ok?!

      Abs

    • Oi Eder,
      pois e, viajar por terra sempre e mais complicado, mas com certeza recompensador!!!
      Mas o passaporte brasileiro esta muito bom de viajar. So no Turquemenistao que chegamos a pensar que seriamos barrados, mas no final deu tudo certo.
      Vou der uma olhada no teu blog com certeza.

      Abs

    • Obrigado Elias, ja atualizei. Escrevi quando a informacao ainda era nova, agora com sua experiência pratica acaba a duvida. Se tiver outras dicas por favor me informe.

      Abs

  15. Ola, gostaria de agradecer por todos informações contidas nesse site e gostaria de saber se já é possível ir para a Sérvia sem visto ou se é possível retirar o visto no aeroporto mesmo. Grato mais uma vez e forte abraço a todos.

    • Oi Fabio, o acordo com a Servia já foi assinado, mas falta os parlamentares dos dois países aprovarem a nova regra. Por enquanto ainda precisa de visto.

    • Obrigado. Sempre que alguma informação vão nos atualizando por favor!
      Estava curioso para os relatos da America Central, mas vocês vão para a America do norte antes então.
      Vou acompanhar!
      Boa viagem!

      • Renata não tenho informações sobre conseguir o visto no aeroporto, mas acredito que tenha as mesmas facilidades, vale confirmar diretamente ligando para o consulado.

  16. Sou brasileira moro nos estados unidos querol ir para el salvadorl permanecer uma semana maes a empresa american laine. no quer deixar. eu viajar sem o visto para el salvador estou com a passagem comprada me ajudwe eu resolver este probrlema

    • Oi Teresa, é um absurdo, não?!
      Uma vez não queriam me deixar embarcar pois não tinha visto para a Jordânia (nem passagem de volta), que é tirado no aeroporto. Bati o pé e me fizeram assinar uma carta dizendo que a cia aérea não tinha nenhuma responsabilidade caso eu fosse barrado.

      No teu caso uma carta da embaixada de El Salvador, confirmando que brasileiros não precisam de visto pode ajudar. Ele falaram diretamente para você sobre o visto? Ou está escrito na passagem? Pois pensei se não é uma politica somente para americanos, talvez eles precisem de visto.

      Boa sorte

  17. Olá. Será que poderia me ajudar? Sou brasileira e tenho um filho com 19 anos que está passando este ano em Israel. Ele está estudando e só retornará em dezembro para o Brasil. Irei passar férias na Disney com meu outro filho e meu marido e gostaria que nosso mais velho nos encontrasse lá por uma semana. Ele não tem visto americano em seu passaporte. Sabe me dizer se ele pode tirar o visto por lá?

  18. Entrei dia 27 de julho no Lesoto pela fronteira em Maseru com o visto de trânsito de 72 horas dado na hora pelo agente de imigração, mas no tipo propina pois tive de pagar 500 Lotis , não me deram papel nenhum, nem o que preenchi, apenas carimbaram o passaporte e mais nada.Contudo não aconselho a ir para lá desta forma, é bem difícil entrar na conversa….

  19. Entrei no Lesotho com passaporte brasileiro da mesma forma, porém pela fronteira de Sani Pass. Paguei 50 rands (aprox 7 dólares) para que o fiscal carimbasse o meu passaporte. Ele deixou claro que estava fazendo um favor. Na realidade eu sabia que deveria ter solicitado o visto em Pretoria, com custo aproximado de 120 dólares, mas preferi arriscar. A conversa foi tranquilíssima, mas solicitaram que eu voltasse pela mesma fronteira pela qual entrei. No aeroporto de Maseru tal “jeito” não funciona, segundo testemunhas.

    • Obrigado Mike e Jorge por dividir suas experiências!!
      Eu fui até Sani Pass mas achei melhor garantir um bom trekking no Drakensberg do que correr o risco de me barrarem na fronteira. Mais cedo ou mais tarde tenho que voltar para lá!!

      • Ola Mike, Saporai e Jorge Otavio. Vou em duas semana para a Africa do Sul e aluguei um 4×4 para tentar entrar no Lesotho pelo Sunni Pass.
        Tentei o visto para o Lesotho, mas so conseguiria mandando o passaporte para Washington ou via Durban, o primeiro demora mais de duas semanas e o segundo demora pelo menos 5 dias uteis. Li o comentario de voces e queria a opiniao de voces sobre tentar curzar a fronteira emitindo o visto na hora como vcs fizeram. Entendo que vcs nao poderiam ter consguido o visto, mas que mediante a negociacao conseguiram. Vcs acham muito dificil que eu e minha esposa consigamos o visto na hora? Tem alguma sugestao para conseguir entrar, com apenas duas semana de agora ate a viagem? desde ja agradeco a ajuda. abracos
        Eduardo

      • Olá Eduardo,
        Ultima notícia que tive do Mike ele estava na Tunísia, a caminho do deserto do Saara!
        Acredito que não tenha outra opção a não ser tentar na hora. Você vai ter uma grande vantagem, o transporte próprio!
        Acredito que valha a pena tentar a sorte, na pior das hipóteses vocês voltam.
        A tua ideia era de viajar bastante por Lesotho ou somente pouco após a fronteira?

        ps- nos conte depois como foi, para termos informações atualizadas!

        Abraço e boa sorte!

      • Apenas atualizando a situação de visto para o Lesotho, brasileiros precisam de visto para entrar no país,. Eu e a minha esposa não estávamos com visto e conseguimos entrar pagando u$30’00 na fronteira, mas tivemos que voltar pela mesma entrada e o oficial de fronteira nao deixou que entrássemos mais do que 60km dentro do pais. Mas ainda sim cruzamos pelo Sani Pass (fronteira entre África do Sul e Lesotho) e a vista do Drakensberg e fatastica.
        Abs

  20. Dica de fronteira: A Fronteira de Beit Bridge, principal link entre a Africa do Sul e o Zimbabwe está um caos. Tenha pelo menos 4 horas de sobra para passar pelos dois postos. Se estiveres com carro alugado e quiser passar para o lado Zimbabweano, prepare-se para a saga… são diversas taxas, diversas filas! Quase desisti!

    • Passei pela mesma tb e com carro alugado, exatas 3 horas e 40 minutos nos dois lados da fronteira, sendo 20 min. de RSA e o resto em Beitbridge, são 900 rands de taxa de carro- 2 taxas de 450 rands e mais o pedágio de 50 rands e o visto que estava em 45 dólares de 02 entradas , o que fiz visto que iria até Vic Falls,uma fronteira bem tranquila com a Zambia, esta 20 dólares de visto.Nesta segunda fronteira gastei só 45 minutos em ambas.
      Sani Pass não dá para qualquer carro, só 4 x 4, o Aveo não passa, tb tive de voltar obrigatoriamente por Maseru.

    • Jorge,
      Consegue sim vindo da Georgia, sem problemas.

      A fronteira da Turquia para a Armenia esta fechada ha muitos anos. Ouvi dizer que existem negociações para abrir, novamente, mas a relação dos dois países não são muito boas…

      • Obrigado, meu planejamento para o fim do ano inclui a região do Cáucaso, falta a decisão de chegar até a Geogia via Russia ou via Turquia, e, assim desviando-se até a Armenia.
        Não sabia deste fechamento, parece-me com o Marrocos/Argelia, que tem estradas, estrutura mas devido ao problema político do Westhern Shaara abre/fecha, e, fica anos fechado.
        Como minhas viagens incluem carro, alugado ou leasing, isto se torna problema de logística.
        Adorei o site, depois deixo as contribuições sobre a fronteira Botswana/Namíbia e as peculiaridades das autoridades namibianas e de sua polícia.

      • Jorge,
        Vamos trocar figurinhas sobre o Caucasus. Ano passado era para eu ter ido, mas perdi mais tempo que imaginava com vistos em Istambul, dai acabei indo para o Norte do Iraque antes de seguir para o Irã.
        Vc vai final do ano? Se prepare para pegar muito frio!!

        De qualquer maneira tenho uma viagem pelos Caucasos, inclusive os russos, montada. Até poucos anos atras (um ano?) também não dava para ir da Russia para a Georgia, mas agora tá liberado. Quero ir para os não reconhecidos também, Nagorno K, Ossetia do Sul, Abkazia…

        O problema entre os Turcos e Armenos vem desde o genocídio armeno feito pelos Otomanos.

        Eu normalmente viajo de transporte publico, mas Botsuana e Namíbia fui de carro. Segui a estrada M74 a leste de Grootfountain. A imigração parecia uma porteira de fazenda!
        Quero saber tua experiencia.

        Abs

      • Em síntese a viagem busca os países europeus que ainda não fui e o Cáucaso, a saber: Belarus( cheguei até a fronteira ,mas depois de 4 horas dentro do carro na Lituânia só para sair da UE desisti, mesmo com o visto emitido desde o Brasil), Ucrânia, Moldávia, Transnítia, Georgia, Armênia e Azerbaijão passando por Moscou e retornando via Turquia.
        Como chegarei lá: da mesma forma que outras vezes para o leste – leasing de carro na França , preferencialmente pela Peugeot Open Europe. Paris- Berlin- Varsóvia- Vilnius em 03 dias já que conheço bem estes países e daí sim 33 dias para seguir rumo ao Cáucaso e retornar a Capadócia, lindíssima região que visitei no outono de 2011. Visto para Moldávia,Azerbaijão e Armenia tirarei em Moscou ou Berlin- falta decidir, Transnitia na fronteira ( uma boa dica é o blog do João Leitão ,um português radicado no Marrocos que fez diversas incursões por exóticos países), Belarus saio com o mesmo do Rio,
        O carro com leasing esta segurado em todos estes países(Peugeot e Citroen, Renault não), exceto a Armenia, Georgia e Azerbaijão que terei de fazer novo seguro, o que é fácil pois o carro está em seu nome, buscarei fazê-lo ainda em Moscou ou Kiev,pois certa feita tive dificuldade( tempo- demorou 2 horas e meia) para fazer na fronteira da Macedonia com o Kosovo.

        Minha experiência foi na fronteira em Buitepos/Mamuno ( B6 road), tudo ok e rápido no lado da Botswana , mas lento na Namíbia- 1hora e meia a 2 horas ,e, ao final além de uma taxa de 210 rands de imposto rodoviário o carro totalmente revistado e nossas malas reviradas pela polícia: tanto a minha, qto de minha esposa.Ao final foi exigido pela mesma que eu voltasse a aduana( 200 metros apenas,mas tive de retornar com o carro e não a pé) para registrar a entrada de nossas máquinas fotograficas e celulares , 03 ítens de cada, pois sempre levamos um sobressalente(!!!!). O agente aduaneiro quedou-se perplexo, xingou os policiais e disse que minha entrada na Namíbia estava ok, voltei e novamente me barraram, tive de retornar pela segunda vez para a aduana e o agente desta vez mandou eu escrever em uma folha de papel A4 em branco que os itens acima eram de nossa propriedade e para uso pessoal, carimbou , xingou novamente e ao voltar para a polícia estes fizeram nova revista no carro e tudo mais, mas…não olharam sequer o bendito papel(!!!!).

        A fronteira é bem estruturada, a principal entre os dois países , mas estrangeiros por lá , além dos sul-africanos e angoleses são raríssimos, daí a perplexidade e curiosidade.

        Recomendo muita paciência para cruzar esta fronteira e não contrariar a polícia( aliás nunca contraria a mesma na Namíbia é um ótimo conselho), pois ao final o agente aduaneiro sucumbiu a exigência da mesma,… que ao final mostrou-se desnecessário, pois na saída do país para a RSA ninguém pediu nada.

      • Jorge, muito show tua viagem!
        Legal de saber que da para tirar o visto da Bielorussia aqui no Brasil, nem sabia que tinha embaixada.
        Armênia você pode tirar na fronteira com certeza!
        Moldavia e Transnitia também estão no meu roteiro! Moldavia é só com carta convite, certo? Me falaram que tem que ser a original, então alguém tem que te mandar pelo correio. Vc tem a mesma informação?

        Na Namíbia e Botsuana eu estava de carona com um casal sulafricano. Para nós foi super tranquilo, e olha que tinha até um pequeno problema no documento do carro (que era montado). Rodamos toda a Namíbia e não tivemos problemas com a polícia. Alias, nem lembro de ter encontrado fora da fronteira.

        Conheço o João Leitão. Muito bacana o site dele! Estes dias ele estava pela rota da seda, minha viagem do ano passado. Fiquei morrendo de inveja que ele foi para o Afeganistão.
        Vc documenta tuas viagens em algum blog?

        Abs

  21. Quanto ao frio estou quase que me acostumando, meu máximo de mínima foi perto de Zagreb fronteira com a Eslovênia com 14,5 abaixo de zero e no Paso Cristo Redentor no Chile com 15,0 abaixo de zero, o que há de se ter em mente qdo dirige-se nestas condições é a troca do óleo e da água para suportar temperaturas de até 30 abaixo de zero.

      • Só li agora a sua questão sobre a carta convite da Moldávia. Na verdade atualmente nas palavras do cônsul da Moldávia em Portugal,os brasileiros NÃO PRECISAM DA CARTA MAS PRECISAM DO VISTO. Me deu o link do mre de lá e, de fato, lá está escrito que qualquer país com o qual a Moldávia tenha celebrado algum acordo de troca de notas( caso do passaporte diplomático e oficial do Brasil) faz com que os cidadãos destes países não mais precisem de carta-convite , mas continuem necessitando do visto.Ele mesmo disse também sobre evitar a Transnitria como porta de entrada pois não carimbam por razões óbvias o passaporte com entrada da Moldávia e se for sair pela Romenia vai dar problema, neste caso tem de fazer a entrada tão logo chegue a Chisinau em 24 horas na Imigração de lá.

        A PDL do visto Sérvia (isenção do visto) está na CCJ da Câmara e depois segue para o plenário, só deve sair a isenção para 2013.

        A Belarus em 2012 instalou embaixada no Brasil e vice-versa, a do Brasil é em um hotel, se não me engano o Crowne Plaza em Minsk,e, iniciaram-se as tratativas de isenção de visa.O visto para lá é muito tranquilo, difícil mesmo é entrar no país, haja burocracia e atrasos nas fronteiras terrestres.

        Muitos me cobram um blog, mas não tenho tempo…rs, hoje passei um tempão vendo alternativas para cruzar o Mar Negro de ferry , e, ufa achei-a, pois voltou a linha regular entre Turquia e Ucrânia(Yalta), mas não consegui os preços , somente os do ferry em direção a Odessa.

      • Jorge Otavio,
        Que boa notícia sobre a Moldavia! Vai facilitar bastante.
        Obrigado pela informação da Embaixada da Bielorusia, também não sabia.

        Boa viagem e arranje um tempinho para escrever! Queremos acompanhar tua viagem.

        Abs

  22. Novidades:

    1- Geórgia: Falei hoje com embaixador e brasileiros não mais precisam de visto para Georgia com prazo de 90 dias de permanência. Por terra há um único posto de fronteira aberto desde julho 2011 entre Russia e Georgia( aguardo confirmação de nosso embaixador em T’Blisi) a missiva que enderecei ao mesmo.

    2- Azerbaijão: o visto é emitido via internet, custa 40 dólares cada pessoa inclusive criança e o procedimento é bem simples de ser feito, mas leva cerca de 07 dias úteis para remeter o email confirmatório de seu visto.Informação obtida direto do site e link da Embaixada do Azerbaijão em Washington DC.Atenção…não deixar carimbar entrada em Nagorno Karabach seu passaporte, solicitar em papel avulso senão NÃO ENTRA NO AZERBAIJÃO.

    3- Armenia- Quem não for de SP ou BSB pode tirar o visto na fronteira sem qualquer problema.O trânsito na fronteira com o Azerbaijão continua muito restrito, quase um salvo-conduto para cruzá-lo, o que faz a passagem pela Georgia ser quase obrigatoria.

    • Obrigado Jorge!

      1- Até onde eu sabia, brasileiros não precisam de visto para a Georgia já faz alguns anos. A informação que tinha é de que podemos inclusive ficar 365 dias lá e não 90. Informação que obtive de brasileiros que foram para lá.
      A abertura da fronteira com a Russia é uma ótima notícia!

      2- Excelente noticia sobre o visto do Azerbaijão!! Desta maneira pode ser emitido na fronteira terrestre também?

      3- Conheci um pessoal de São Paulo que foi da Georgia para Armênia. Até tinha marcado que não precisava de visto, mas pode ser que me enganei. Mas falaram que foi super tranquilo. Não tinham visto anteriormente portanto no minimo da para tirar na fronteira. Para Nagorno-Karabahk pode tirar autorização em Yerevan ou entrar sem visto e carimbar na central de imigração na principal cidade.

      E os preparativos para tua viagem? Pelo jeito estão avançando bastante!

      Abraço

      • Para os 365 dias, tem-se de renovas os 90 dias, pois eles somente dão o prazo de 90 em 90 no visa de turismo, após 365 ,acredito, que deva ser algo como residência temporária, mas não sei.
        O visto do AZERBAIJÃO continua sem poder ser obtido na fronteira, somente pessoalmente ou on-line, o site da embaixada nos EUA já fazem um link para a emissão de visto on-line.
        O cônsul da Armenia me falou que realmente é muito tranquilo o visto, a taxa é diminuta e nem atrasa você na fronteira nas palavras dele podendo ser paga em dólares,euros ou lira turca nas palavras dele.
        O mais interessante achei a questão de Karabach estampar o carimbo no passaporte e daí você ter problemas de entrar no Azerbaijão…isso foi bem importante ,pois cria mais um entrave estratégico já que Abecásia-Georgia não vou arriscar, se bem que a Embaixada me garantiu que eu entro na Georgia, mas e lá, na hora H, prefiro mudar o roteiro a ter de talvez pegar um ferry em Sochi e ter de entrar via Turquia.

        O pior para “montar” a viagem vem sendo as informações desencontradas, estou tendo de remeter vários e-mails e alguns telefonemas para embaixadas até fora do Brasil, falta muita informação…..uma curiosidade: na Georgia a embaixada brasileira também fica em um hotel temporariamente, no Mariott.

      • Não sabia dos 90 dias na Georgia. Vou reconfirmar com meus amigos. Eles afirmaram ser 365.
        Para Azerbajão, mesmo se fizer on-line, não da para pegar na fronteira? Do Vietnã é assim, faz pela internet e escolhe a fronteira que quer pegar. No Aeroporto já faz um tempo que pode pegar.

        Karabakh teoricamente carimbam num pedaço separado de papel. É a mesma questão do carimbo israelense, depende um pouco da sorte e boa vontade do oficial da imigração.

        Abkasia você pode entrar e sair se for pela Georgia, sem problemas. Mas precisa da permissão por email impressa. Você pode entrar pela Georgia e sair pela Russia, mas nunca entrar pela Russia e sair para a Georgia. A Georgia não reconhece a fronteira Abkasia-Russia e você seria preso.
        Qualquer evidencia de entrada e saída na Abkasia pela fronteira Russa, pode causar problemas numa futura viagem a Georgia.

        Falando sobre a recem aberta fronteira Russia-Georgia, você viu as notícias de hoje? Foi numa região mais ao nordeste da Georgia, mas espero que não afete a relação já enfraquecida dos dois países.
        http://www.aljazeera.com/news/europe/2012/08/201282916581185965.html

        Abraço

      • Vi sim, Estou monitorando para ver os desdobramentos, foi perto da fronteira, mas parece-me pelos jornais da Georgia que o enfrentamento ainda não foi completamento esclarecido e pode ser resultado de separatismo interno russo no qual georgianos poderiam estar envolvidos e não uma questão inerente a Ossétia como inicialmente vinculado,e, afastado até investigação posterior.
        É exatamente como você colocou a questão Abecásia- Georgia: perfeito, como sempre: direto e didático.
        Eu não questionei sobre a retirada na terrestre no Azerbaijão, assim como no Vietnam, vou verificar de posse da informação,postarei

  23. Alguém pode apoiar com notícias sobre o visto para Moldova? Li que é preciso carta convite… via agência? Alguém já emitiu na Emb. Moldova em Kiev? A mesma pergunta vale para o Kosovo… alguém tem notícias? (embarco para Kiev agora em Outubro)! E já que o post é para pedir ajuda… como anda a historia do VOA no Aeroporto de Teerã, é tranquilo conseguir, quanto tempo de estadia tem dado? Abraaaaços, obrigado!

    • Mike,
      Por um acaso, ou coincidência tratei deste assunto com o nosso vice-cônsul em Kiev.
      MOLDOVA: Não precisa da carta, até tinha postado isto antes, não dão visto na fronteira, em Kiev leva 48 horas ao custo de 20 USD o de trânsito para 05 dias com múltiplas entradas, achei o mais vantajoso por isto nem procurei ver o de turista.
      KOSOVO: Já fui, não precisa de visto, nem o Brasil, nem nenhum país, incrível até a Sérvia não precisa de visto para lá,mas eles tem de justificar o motivo da visita….bom na fronteira tive o carro revistado e as malas tb bem minusciosamente, mas nada que levasse mais de 1,5 hora…fui de carro saindo da Grécia via Skopje ano passado e creio que permaneça o mesmo…seguro do carro compra na fronteira: 30 euros por 15 dias, o mínimo.
      Estarei em Kiev em novembro.
      De Teerã não faço idéia mas abortei meus planos do Cáucaso, o embaixador na Geórgia me aconselhou firmemente a não ir lá agora e muito menos com minhas filhas, logo desisti …por enquanto, passarei mais dias na Turquia e Chipre( quero ver a divisão do país).

      • Opa! Obrigado pela informação Jorge! Chego numa quinta-feira a tarde em Kiev e já entro com o pedido do visto da Moldova… seria excelente se o visto fosse emitido na sexta! heheh
        Excelente informação!!! Zikomo kwambiri, obrigado do Malawi!

  24. Oi Mike, quanto tempo?! Tudo tranquilo?
    Para Moldava também tinha a informação de que precisava de carta convite, mas o Jorge Otávio contou acima que falou com o Consul da Moldavia em Portugal, e ele disse que brasileiros não precisam mais de carta convite! Ótima notícia, não?!
    Faz pouco tempo que não precisamos mais do visto para Kosovo. Acho que desde o ano passado.
    Irã, você consegue somente 14 dias no VOA. Veja abaixo:
    Iran Visa On Arrival
    People of the following nationalities can pay a 14 day visit to Iran holding their passport in hands. They will be granted a visa upon their arrival at the following airports:

    IKA : Tehran Imam Khomeini Airport
    THR : Tehran Mehrabad Airport
    MHD : Mashad Airport
    SYZ : Shiraz Airport
    TBZ : Tabriz Airport
    ISF : Isfahan Airport

    The natioanlities are:
    Albania,Armenia,Australia,Austria,Azarbaijan,Bahrain,Belarus,Belgium,Bosnia Herzegovina,Brazil,Brunei,Bulgaria,China,Croatia,Cuba,Cyprus,Denmark,Finland,FranceGeorgia,Germany,Greece,Hungary,India,Indonesia,Ireland (Rep.),Italy,Japan,Kazakhstan,Kuwait,Kyrgyzstan,Lebanon,Luxembourg,Malaysia,Mexico,Mongolia,Netherlands,New Zealand,North Korea,Norway,Oman,Palestine,Peru,Phillippines,Poland,Portugal,Qatar,Romania,Russian Federation,Saudi Arabia,Singapore,Slovak (Rep.),Slovenia,South Korea,Spain,Sweden,Switzerland,Syria,Tajikistan,Thailand,Turkmenistan,Ukraine,UAE,Uzbekistan,Venezuela,Vietnam
    1. ·The applicant(s) should carry a valid passport with at least 6 months validity.

    2.· Visa stamp fee is EUR55.00 for the holder of the passport and EUR10.00 for each one of the companions (if any).

    3.· This type of visa is only for tourist purposes and the followings are not entitled to this visa facilitation.
    3.1. Journalists and reporters on mission.
    3.2. Applicants whose applications for Iran Visa have been rejected before.
    3.3. Iranians holding foreign passports but still maintaining their Iranian nationality.

    Para ser sincero, não conheço ninguém que tirou VOA, já que todos que eu conheço foram para lá por terra.
    O Rial desvalorizou bastante nestes últimos tempos. Tudo esta ainda mais barato por lá.

    Boa (s) viagem (s)

    • Fala Guilherme! Sobre a Moldova entendi que a dispensa da carta convite vale só para passaporte diplomático… não? E mesmo assim, alguém tem notícia sobre o procedimento para emissão do visto, é rápido, pode ser feito em Kiev? Alguém?
      Sobre o Iran, consultei o Timatic e li o seguinte:

      “a visa on arrival, for a max. stay of 15 days, provided:
      – holding an e-visa pre-approval code obtained via e-mail
      from the Ministry of Foreign Affairs at: http://www.mfa.gov.ir ;
      and
      – arriving at Chah-Bahar (ZBR), Gheshm (GSM), Kish (KIH),
      Mashad, (MHD) Esfahan (IFN), Shiraz (SYZ), Tabriz (TBZ) and
      Tehran Imam Khomeini International (IKA) or Tehran Mehrabad
      International (THR)…. etc etc etc…”

      O que me deixou com a pulga atrás da orelha foi a exigência do e-visa! E tratando-se do Irã, o melhor é saber de quem fez o VOA. Vou tentar o contato com um amigo que trabalhou na Embaixada Brasileira em Teerã e retorno aqui para contar.

      Não sei se comentaram por aqui, mas Brasileiro já não precisa emitir visto de turista para Belize! O olho do povo deve ter crescido tendo visto a brasileirada toda em QuintanaRoo/Yucatan sem nunca descer!

      E já que o papo está longo… alguém foi para a Australia com esse novo e-visa? Tranquilo?

      Abraços

  25. @ Jorge Otavio, Novamente obrigado pelas informações.
    @ Mike, parece que vc e o Jorge escreveram praticamente juntos! Para tirar a duvida sobre o Irã, também vale a pena ligar para a embaixada em Brasilia. Eles foram muito prestativos quando tirei o visto. Não sabia de Belize. Vou atualizar.

    Abs e aproveitem as respectivas viagens!!

    • Sim. Normalmente aconselham tirar o visto chines no seu país de origem, mas nós tiramos no mesmo dia no Uzbequistão, e o visto sai rapidamente nos países do sudeste asiático também.
      Hong Kong é um bom lugar para se tirar o visto chines também. Muitas pessoas utilizam as agencias especializadas, para não ter que lidar com a burocracia nem enfrentar as longas filas.

      Office of the Ministry of Foreign Affairs of the PRC.
      7th Floor, Lower Block, 26 Harbor Road
      Wanchai, Hong Kong
      Abre as 9:00 da manhã, mas chegue mais cedo por causa das filas.
      Informações sobre o visto 24-horas: 852-34132300

      Email: fmcovisa_hk@mfa.gov.cn
      Website: http://www.fmcoprc.gov.hk/eng/zgqz/bgfwxx/default.htm

      O Visto fica pronto em um ou dois dias uteis. Provavelmente deve ser possível pagar mais para sair no mesmo dia em caso de emergência.

      Já leve tudo preenchido: http://www.fmcoprc.gov.hk/eng/zgqz/VAF/

      Boa sorte!

  26. Fazendo o update sobre a Moldavia e Transnistria: o visto continua sendo necessário. Tirei um visto de trânsito válido por cinco dias através da Embaixada da Moldavia em Kiev. O custo para o visto de trânsito válido por cinco dias é de 45 euros (Out/2012) e sai em uma hora. O ùnico problema é que deve-se ir até a Embaixada depois até um Banco com o taxi pois é longe… e voltar a Embaixada para coletar o visto.
    Quanto a Transnistria, fui de Chisinau a Tiraspol de onibus… na fronteira o guarda resmungou algo sobre a finalidade da minha viagem e o motorista do ônibus ajudou… não precisei “pagar” nada. O retorno foi ainda mais tranquilo… estava um pouco reticente pois não sabia se iriam causar algum problema pois meu visto da Moldavia era single entry, mas não houve problema (afinal oficialmente a Transnistria ainda é Moldavia).
    Quanto ao Kosovo absolutamente nenhum problema, a fronteira entre o Kosovo e Macedônia foi rápida e tranquila.

  27. Dando um update: Moçambique já não emite mais vistos de fronteira (nem aeroporto) para brasileiros nem para outros estrangeiros que não sejam da SADC (Mercado Comum Africano). Portanto, se alguém aqui está pensando em dar uma passadinha no país dos camarões tigre e das praias mais bonitas do Índico… favor pedir o seu visto na Embaixada de Moçambique em Brasilia! Bam!!!

  28. Desculpem a ignorância, mas quando se fala em tirar visto na fronteira, isto quer dizer o que exatamente? Se eu pego um avião de Bangkok (onde não preciso de visto) para ir à Phnon Penh, por exemplo, posso solicitar o visto no aeroporto? Ou não é disso que se está falando ?? Obrigado …

    • Olá freiresle,
      Estou tratando de fronteiras terrestres neste post. Para alguns países, é necessário tirar o visto nas embaixadas. Muitos outros pode-se tirar nos aeroportos. A ultima situação é a possibilidade de tirar nas fronteiras terrestres. Existem muitos países onde é possível tirar no aeroporto mas não nas fronteiras terrestres. Já o contrário nunca ouvi falar. Portanto se pode tirar na fronteira terrestre, pode tirar no aeroporto também.

      Abs

  29. Pingback: Vistos & carimbos | Saiporai

  30. Só para dar uma atualizada com notícias frescas:
    O Catar NÃO emite o visto no aeroporto/fronteiras para Brasileiros. A Qatar Airways também não providencia o visto. O único caso em que a Qatar Airways se responsabiliza pelo visto é se a conexão levar mais de 8 horas, então eles são responsáveis pela reserva do Hotel e pelo visto de trânsito. Para conexões sem sair do aeroporto não é necessário visto. Se for turista e quiser sair do aeroporto para conhecer Doha/Catar é necessário que entre em contato com um Hotel que providencie o visto para você, o visto será emitido com as datas de estadia no Hotel. Vários hoteis não possuem esse serviço ou cobram caríssimo, atenção com este detalhe na hora de reservar… o visto leva pelo menos 7 dias úteis para ser emitido.

    Sobre o Butão, já não é mais possível conhecer a zona fronteiriça do país. É imprescindível organizar antecipadamente tour com visto através de agência de viagens credenciada pelo Tourism Board do Butão.

    Sobre a Tailândia é importante salientar que no Aeroporto de BKK os Brasileiros devem procurar o Health Check antes de ir para a fila da imigração… eu fui direto para a fila de imigração e tive que voltar para o Health Check pois brasileiros devem ter a carteira de vacinação de febre amarela e assinar uma declaração ANTES de ir até os guichês de imgiração.

    O preço do visto para o Laos é diferente do praticado para a maioria dos Europeus. O preço para brasileiros é USD 30, é preciso levar foto 3×4.

    O Malawi começou a emitir vistos nos aeroportos e fronteiras para Brasileiros. Na verdade é emitida uma restrição, ou seja, na fronteira você ganhará um papel onde declara que você deve apresentar-se ao Dep. de Imigração em até três dias e pagar a taxa de 70USD, na Imigração o visto será colado no seu passaporte. Tal procedimento ainda não é oficial, por isso o TimaticWeb das empresas aéreas mostrará que é necessário visto para embarcar, portanto se o atendente do check in checar o Timatic e você não tiver visto, ele poderá impedir o seu embarque.

    Abraços,
    Mike Weiss

    • Grande Mike, sempre com informações preciosíssimas!!

      Nada como alguém que está sempre na estrada para colaborar!

      Não sabia sobre o Catar. Obrigado, estava correndo o risco que alguém se ralar e me cobrar depois ;) . Eu tentei este visto de transito com conexão de mais de 8 horas em Dubai e me dei mal! rs

      Vou querer dicas sobre o Butão. Principalmente com a questão das entradas na Índia precisarem ter 3 meses (?) entre elas. Precisa pedir o visto já com as datas definidas de reentrada na índia?

      Grande notícia sobre o Malaui! Vai facilitar bastante a vida de quem viaja por terra!

      Abraço,

      • Não estou sabendo sobre a questão das entradas na Índia… 3 meses entre elas, é? Está confirmado isso? Abs

      • No Catar mesmo em conexão não pode ter o carimbo de Israel no passaporte ou mesmo vestígio da entrada no país, para tal basta existir um carimbo de saída do via Egito por Eilat e Jordania por Eilat ou King Hussen Bridge.

        A Índia é exatamente este interstício de 03 meses, o Itamaraty levou um banho de água fria pois estava trabalhando,inclusive, para a derrubada de 02 visto dos Brics que faltavam:Indía e China( este bem mais difícil de cair).

        Atualmente seguem as tratativas com a índia não só para voltar ao anterior como estender para a não exigência de visto de turismo por 90 dias, as tratativas beseiam-se na relação dos Brics.

        Quando o meu lounge de viagens blog estiver no ar aviso a vcs todos…

      • @Mike, a informação, confirmada pelo Jorge Otávio, procede. Acredito que a mudança tenha acontecido em 2010. Ainda é possível entrar e sair antes de completar estes dois meses se informar as datas e tiver as passagens, mas se torna burocrático. Complica para visitar os países vizinhos numa mesma viagem. Como foi o teu itinerário para ir para o Butão? Qual hub utilizou?
        @ Jorge Otávio, estamos ansiosos para saber da sua viagem pelo Caucasos Russo e Georgia! Um amigo meu acabou de passar por lá, mas no sentido contrário a tua viagem.

        A Índia tem aumentado o numero de VOA para alguns países. Quem sabe não conseguimos pelo menos isto. Já ajudaria, tendo em vista que demora 5 dias úteis em qualquer embaixada indiana.

        Peguei hoje meu primeiro passaporte italiano. São cerca de 25 países a mais que posso viajar sem visto! ;)

        Abraço e obrigado pelas valiosas contribuições de sempre!

  31. Fala Italiano! Parabéns!
    Eu utilizei Bangkok como ponto de partida para o Butao, mas Delhi, Kathmandu e Dhaka são pontos muito mais baratos para quem sai direto do Brasil. Só a Drukair opera no aeroporto do Paro no Butao (único aeroporto comercial do país)… e para ter ideia o voo de ida e volta de Bangkok para o Paro custou 970 USD comprado com dois meses de antecedência… mais 270 dólares (alta temporada, viajante solo) por DIA no Butao pagos antecipadamente via SWIFT para a agencia butanesa Lhomen, muuuito boa por sinal. Resumindo: antes de sair de casa já tinha gasto mais de USD 3.000.00 entre passagens aéreas de agencia no Butao! Mas valeu muuuito a pena… se precisarem de detalhes e apoio para a viagem de vcs, estamos por aqui!

    • Não consegui chegar ao Cáucaso, a nevasca que atingiu em dezembro boa parte do leste europeu me prendeu mais 04 dias na Ucrânia e 03 na Rússia, depois tentei chegar via Bulgária e fiquei preso na neve dos Balcãs por 02 dias, e daí não houve jeito : tive de voltar a Hungria, acabei substituindo o Cáucaso pelo Marrocos, do grande João Leitão, mas o Caúcaso segue nos meus planos sim, até 2014 eu vou lá, assim como o sudeste asiático
      Agora estou com destinhos lights este ano: Israel, Egito, Jordânia,América Central , Caribe e talvez a Oceania.
      Europa e EUA eu não conto, pelo no segundo(EUA) eu só tenho o objetivo de alcançar os 50 estados, este ano percorri mais 05 estados em abril último, faltam poucos agora, em maio vou dar um pulo na Colômbia e em agosto vou ver…: Oceania, e, se não der($$$) vou buscar o help de vcs, pois aí vou provavelmente para Tanzânia e arredores ( que já havia programado para 2015).

  32. Pessoal, como este espaço do Guilherme tem sido um excelente local para troca de informações de vistos para quem viaja com o passaporte brasileiro, aqui vão mais algumas atualizaçãoes:

    Malawi: já é possível conseguir uma “restriction letter” nas fronteiras. Ou seja, pode-se chegar até a fronteira sem o visto e solicitar uma carta autorizando a entrada,
    com posterior pagamento do visto no Dep. de Imigração em Blantyre. Atenção: se for voar para o Malawi, a cia aérea só liberará o check in se tiver um visto, portanto
    a “restriction letter” vale só para quem entra por terra. O valor é de 70 USD single entry. O Embaixador do Brasil para Lilongwe já foi mobilizado e em breve a Embaixada
    deverá abrir, sendo prioritária a negociação de isenção de visto para turistas brasileiros (devemos ter novidades em 2014).

    Ethiopia: O visto continua disponível no Aeroporto de Addis Ababa por 50 USD. Não há necessidade de visto de trânsito para brasileiros que utilizam o voos da Ethiopian
    para conexões internacionais. Outrossim, a Ethiopian Airways fornece o visto e hotel gratuitamente se o seu vôo de conexão em Addis sai somente no dia posterior à sua
    chegada no aeroporto.

    Togo: Não é preciso visto para parada ou conexão no aeroporto de Lomé. Se desejar sair da área internacional do aeroporto é possível emitir um visto no próprio aeroporto
    por USD 50, válido por 7 dias de visita.

    Tunisia: O visto é fácilmente obtido nas fronteiras ou aeroporto, sem nenhuma questão feita.

    Emirados Árabes: já recomendei o serviço da South Travels para emissão de vistos de turista, funciona e tem bom preço (melhor se você estiver viajando com a Emirates ou Etihad, que na maioria das vezes se responsabilizam pela geração do seu visto (confirme ao menos duas semanas antes).
    Se eventualmente você ficar menos de 96 horas no país e não estiver voando ida e saída do país com a Emirates, sugiro emitir o seu visto no próprio aeroporto de Dubai num balcão amarelo ao lado esquerdo dos balcões de imigração com o nome “Visa and Hotels”. Eu já havia feito
    reserva de um hotel em Dubai e o valor do visto no aeroporto para menos de 96 horas é 150 USD, pagamento pode ser feito com cartão, o processo leva em média 20 minutos.
    Eu cheguei no país com a Emirates mas meu vôo de saída não era deles, por isso não consegui emitir o visto pelo site da Emirates e emiti no próprio aeroporto.

    Sri Lanka: o visto pode ser obtido eletronicamente através do site http://www.eta.gov.lk/slvisa , o processo é rápido e custa 30 dólares no cartão. O visto é enviado para o seu
    e-mail poucos minutos após o pagamento.

  33. Olá, Estou querendo fazer uma viagem para Tailandia passando por ADDis Abaa e tenho encontrado divergências sobre a necessidade de visto em transito, aqui nesta pagina disse que não há necessidade, vcs tem certeza? Desde já agradeço.

    • Veruska,
      Os vistos podem ser emitidos no aeroporto na chegada. Segundo o Mike Weiss, para conexões da Ethiopian Airlines, eles providenciam hotel e visto de transito gratuito. Ele passou por lá recentemente.
      De qualquer maneira, você não precisa se preocupar em tirar um visto antecipadamente. Depois nos conte sua experiência.
      Aproveite a Tailândia!!
      Boa viagem!

      • Veruska, fica tranquila. Viajo com frequência pela Ethiopian e não é preciso visto da Ethiopia para transitar pelo aeroporto de Addis. Você chegará no terminal 2 e o voo para Bangkok (eu mesmo peguei esse voo de ADD para BKK 4 meses atrás) também sai do terminal 2… ou seja, vc chega no terminal sem passar pela imigração pois é um terminal internacional. Se o seu vôo estiver atrasado e você perder a conexão ou mesmo se o seu voo chegar a noite e o próximo só sair durante a manhã a Ethiopian paga o seu hotel e o seu visto para sair do aeroporto!

  34. Certeza que não precisa de visto pra Kosovo?
    Na página do ministério das relações exteriores diz que Kosovo é tratado como território sérvio, portanto, precisa de visto :P

    • Sim Caio, certeza que não precisa! Um amigo meu foi em set/13. Estava na Macedônia, foi somente passar o dia em Pristina (Capital do Kosovo). Em 2010, quando passei pelos Balcâs precisava. O Brasil tinha acordo com a Sérvia e não reconhecia Kosovo como país independente, mas hoje é uma outra situação (ou Kosovo resolveu facilitar mesmo assim :) ).
      De qualquer maneira, até mesmo para a Sérvia não precisa mais de visto com novo acordo firmado este ano.

  35. Olá, estarei viajando em agosto de 2014 para a Africa do Sul, de lá vou de carro para moçambique e depois para o Malawi, gostaria de saber de quais vistos preciso e de como economizar com os vistos. Valeu muito bom o site!!!

    • José da Silva Santos, para agilizar a tua viagem, você vai precisar tirar os vistos do Moçambique e Malawi com antecedência. Os dois tem representações em Brasilia. Para a Africa do Sul somente carimbam a sua entrada, não precisa se preocupar com vistos.

  36. Olá! Gostei muito desse post. Não sei se você consegue me ajudar com uma informação, ou onde posso obter a mesma. No ano passado, Brasil e Belarus assinaram um acordo de isenção de visto, mas nem o Itamaraty sabe responder se já é válido, Tentei falar com o consulado do Rio, mas não respondem aos meus e-mails. Como viajarei no mês que vem para o Leste Europeu, queria conhecer Minsk; Sniff, a desinformada!

    • Não sabia deste acordo Tatiana, acredito que ainda não esteja valido ainda. O visto da Belarus pode ser tirado no Brasil ou em alguma cidade no caminho da tua viagem. Se você não for ficar muito tempo, dizem que o visto de transito é mais fácil.
      O Brasil assinou um pré acordo com a Moldávia também, mas ainda não está valido. Se tiver mais informações me avise para eu atualizar, ok?!
      Obrigado,

      • Oi!
        Fui e voltei da Ucrânia e não consegui achar o raio da Embaixada de Belarus aberto. O endereço no site da própria embaixada está desatualizado e o horário de funcionamento idem. Fiquei chateada com isso, mas acabei aproveitando para conhecer outra cidade.

      • Que pena Tatiana!! É dificil quando os endereços mudam de lugar e temos dificuldade na comunicação, né?! Em Istambul também me bati para achar o novo endereço da Embaixada do Cazaquistão.
        Como estavam as coisas em Kiev? Deu uma tranquilizada né?

        Abs

  37. Edison Bittencourt
    Prezado amigo. Pretendo viajar de carro para os seguintes países: Itália,Áustria,
    Alemanha,França e Suíça. Então, só vou precisa de visto para a Suíça? Posso
    tirar na fronteira? Custo? Seu eu sair e retornar para a Suíça, pago novo visto?
    Um abraço e muito obrigado

    • Caro Edilson,
      Não precisa se preocupar, você não vai precisar de visto para nenhum destes países! A Suíça não faz parte da União Européia mas faz parte do acordo de Schengen. Não devem nem verificar o teu passaporte quando transitar entre estes países. Na chegada e na saída vc deve ganhar um carimbo, que é gratuito e mostra quanto tempo vc pode fira lá.
      Bem tranquilo, sem problemas!

      Boa sorte e boa viagem!
      Abs

  38. Olá,

    Sabem me dizem se existe algum país cujo visto não possa ser tirado na estrada, sendo, sob qualquer hipótese, emitido apenas no Brasil??

    Ouvi falar que no Japão é assim, mas como isso inviabilizaria a entrada de muitos mochileiros por lá, achei realmente estranho. Fico muito grato se souberem responder!

    • Oi Guilherme, tudo bem?!
      Sim, alguns países adotam a regra de que só se pode emitir seu visto no teu país de origem ou residencia. No entanto muitas destas regras podem ser quebradas. As embaixadas muitas vezes tem autonomia e trabalham de forma diferente entre si. As vezes depende da sorte e do bom humor do oficial.
      Na embaixada do Iêmen na Etiópia, me pediram uma carta de apresentação da Embaixada brasileira alem de outros documentos. Deixei para tirar no Djibuti e saiu em poucas horas. Muitos reclamam que o visto Chines é chato, na embaixada de Thashkent-Uzbequistão saiu no mesmo dia!
      Tenho escutado isto sobre o Japão, mas não posso te dizer se existem alternativas pois não fui para lá. Outro país que parece que só está emitindo vistos no teu país de origem/residencia é o Paquistão. Em 2011 eu tirei na fronteira, mas agora não é mais possível. Um amigo tirou facilmente na embaixada de Brasilia. Devem existir outros.
      De qualquer maneira sempre vale usar o “POR FAVOR!!”rs, contar sua história e mostrar o passaporte todo carimbado…

  39. Muito obrigado pelas informações, vão me ajudar bastante a elaborar um roteiro eficiente! E parabéns pelo ótimo trabalho aqui no blog. Esse material é precioso, mesmo! :)

    • Obrigado Guilherme!
      Salvo raras exceções, é mais fácil tirar o visto próximo do país de destino do que no Brasil. Muitas vezes as embaixadas lá já estão mais costumadas com o procedimento e pedem bem menos documentos.
      Sempre que tiver novas informações me mande para eu manter esta página atualizada!
      Abraço

  40. Pingback: Hello Gringos | Vistos

  41. Pingback: Visto do Azerbaijão | Saíporaí

  42. Parabéns pelo blog. Viagei muito na viagem de Vcs.acabei de entrar em Israel pela Jordânia através da ponte king hussein sem pagar nada.paguei apenas 15Usd pela saída da Jordânia. O passaporte não foi carimbado em Israel (foi feito um documento em separado com foto digital e numero do passaporte)sai de Israel por Eilat (taxa de 25 Usd) atravessando para o Egito por Taba indo até El Cairo tirando visto (taba) pagando 45Usd além de uma taxa portuária de 17Usd.

  43. Fala Guilherme e Pessoal… venho aqui dividir a informação e dar um update.
    Estava pesquisando para o roteiro seguinte da minha trip e obtive uma informação excelente ao ligar para o Consulado da Mongolia em São Paulo: Brasileiros NÃO necessitam mais de visto de turismo para a Mongólia se ficarem lá por até 30 dias! O carimbo é obtido na fronteira… simples assim! Wohoooo.

  44. Oiiii, achei super interessante o seu post! Ajuda muito, queria se você poderia me da uma ajudinha! Você sabe me dizer se brasileiros podem tirar visto de turismo para o Canadá e/ou EUA em Hong Kong? Ou na China? Estou com planos de ir para lá em janeiro. Se você puder me ajudar agradeço de coração!

    • Oi Camila, teria que entrar em contato com as embaixadas nestes países, mas acredito que possa sim. Só vai precisar ter em mãos toda a documentação. O procedimento é meio que padronizado para todas as embaixadas americanas.
      Boa sorte

  45. oi pessoal, informações agora no fim de 2014 sobre a africa. consegui tirar meu visto pro lesotho na embaixada de durban em apenas 1 hora. aqui vai o novo endereço, eles mudaram a embaixada em dezembro agora de 2014.

    novo endereço da embaixada do lesotho em durban: 30 Dullah Omar road (massonic grove).
    o telefone direto pra falar na embaixada – +27-(0) 614998467 . telefone geral – +27-(0)721082926.
    valor: R1.000 rand sul africanos = na cotacao do dolar de hoje 22/12/14 seria U$ 85 dolares.
    tempo para tirar o visto: 1 hora
    documentos:
    – 2 fotos de passaporte
    – passporte valido minimo de 6 messes antes da validade
    comprovante do seu extrato bancario dos ultimos 2 messes. OBS: eu não tinha esses documentos, eles apenas imprimiram meu cartão de credito.
    -2 formularios q eles irai te entregar pra preencher na hora.
    dica: pra facilitar mais o visto, tem um tour de um dia de durban pro lesotho q chama sani pass e lesotho, em durban eh facil de encontrar esse tour, soh perguntar seu hotel ou empresas de turismo. ira facilitar seu visto. eles me deram 1 entrada simples e 30 dias de validade.

    Em relação ao malawi, eu consegui tirar o visto na fronteira sem a carta, mais eles fizeram jogo duro, eu não aconselho chegar na fronteira da tanzania com o malawi sem a carta ou o visto não. o visto do zimbabue na fronteira com a zambia pra ir pro lado do victoria falls eh bem fácil, 30 solares, em 10 minutos vc resolve tudo. na fronteira dokenya com a tanzania tive q pagar 50 dolares pelo visto q dah pra tirar na mesma hora. tunisia marrocos, namíbia, botswana e africa do sul continuam sem precisar de visto. não precisei pagar nada pra entrar na tunisia. brasileiro não precisa de visto pra tunisia pelo menos no aeroporto foi tranquilo.
    na europa precisei de tirar meu visto da bielorussia em transito. tirei no mesmo dia em bruxelas na belgica por 40 euros. mais precisei de mostrar muitos documentos o principal deles eh uma carta convite de alguém da bielorrusia. o visto de transito pra 2 dias eh mais fácil, acredito q vc não ira precisar da carta convite se for apenas 2 dias. russia não previasa de visto. na asia todas as informações passadas pelo site estao corretas. sob tenho a agradecer ao responsável pelo site, tem me ajudado de maneira extraordinária, me salvou de varias furadas. muito obrigado pelas informações desse site.
    A parte leste da africa e a parte sudoeste , kenya, tanzania,malawi, zambia,zimabbue,botswana, namíbia e africa do sul não tem nenhum caso de ebola, entao quem quiser pode ir tranquilo. aconselho tomar a pílula da malaria e passar repelente.
    gostaria se alguém puder me ajudar, preciso de uma resposta rápida sobre o visto pro mocambique na fronteira com a swaziland ..estou indo pra la depois de amanha e não consegui tirar o visto na embaixada de mocambique aki em durban pq estão de ferias devido as festas de fim de ano. vou ter q arriscar na fronteira. qualquer coisa posto aki as novidades.
    se alguém tiver alguma informação por favor deixa aki um comentário. vou levar um pouco de dolares e um pouco do dinheiro local no caso de conseguir o visto e precisar pagar em diferente moeda. valeu galera. o q eu puder ajudar com novas informações vou postando aki nos comentários.

    • Oi Pontara,
      Que boa noticia que está mais rápido para tirar o visto de Losoto!
      As ultimas notícias que recebi diziam que não era mais possível tirar o visto na fronteira (eu tirei em 2009). Mas vc que está rodando sabe que estas regras mudam bastante e pode até depender do bom humor do oficial da imigração. Boa sorte e nos conte como foi!!
      Abraço e boa viagem!!

  46. Olá, tudo bem? gostaria de ter uma informação. Fiquei em Portugal (sem visto)por 90 dias e terei q retornar pra lá agora, depois de 60 dias, e quero ficar mais 60 dias,terei algum problema na fronteira? desde já, agradeço a informação.

    • Oi Kamilla,
      até onde eu sei, você pode ficar 90 dias num período de 180. Imagino que vc se vc ficou 90 dias lá, precisaria ficar 90 fora. Vale a pena confirmar.

      Boa sorte!

  47. Pingback: – Como planejar tua viagem de mochilão

  48. Ola, site muito bom. eu morei durante três anos em Madagascar, mais como ele não possui relações diplomáticas com o Brasil, tive que tirar na França. E na entrada do país, eles entregam um questionário para ser preenchido obrigatoriamente e entregue na barreia policial do aeroporto internacional e poder pegar o visto gratuito. O visto para turista dura somente um mês. Mas como eu fui para morar lá por um longo período eu precisei renovar o visto e fazer o pedido da Carta de Residência, como ela você não vai precisar de andar com o passaporte dentro do país. É uma carta própria para estrangeiro, que ir no Bloco Administrativo da cidade para renova-la a cada três meses, até que você receba uma definitiva. Não pode esquecer de andar com ela por onde você for, pois não é bom ficar sem, caso a polícia venha te solicitar informações. Ela te garante circular tranquilamente. Uma vez esqueci a carta em casa e justamente naquele dia, um policial me parou para fazer algumas perguntas. O pior que nem sabia de cabeça o endereço e nem o telefone da casa onde estava. Pois havia chegado a pouco tempo. Mas foi uma lição. Outra coisa é importante saber o telefone, pois o endereço já estará na casa. Agora eu deixo uma pergunta. Como já voltei, eu trouxe minha carta de residencia, e é claro que já venceu, pois não era a permanente (que se renova a cada ano). Mas caso eu precise voltar para lá um dia, para ficar mais tempo, será que eu preciso passar por todo este processo novamente, de ir para França? Pois já morei lá por três anos, e estão lá meus registros no sistema. Acabei saindo do país sem saber desta informação. Abraços.

    • Oi Wanderson, que legal que vc morou lá! Um país incrível! Que ano que vc foi? Realmente é um lugar para andar com os documentos. Me pediram o certificado de febre amarela na estrada! No aeroporto tudo bem, mas na estrada??!
      Se vc for morar lá novamente imagino que tenha que passar por todo o processo sim, infelizmente. Mas isto só uma embaixada poderá te confirmar.
      Abraço e obrigado pelos comentários

      • Obrigado Saiporai. Perdão pelos erros de português, mas escrevi de madrugada e não percebi muito. Eu fui no início de 2011 e voltei em abril de 2014. Realmente é um país incrível. Não lembro de terem me pedido o certificado de febre amarela na entrada. Mas é necessário sim. Neste tempo que fiquei houve novas eleições, muito acirradas, e foi eleito o Presidente Henry Rajaonarimampianina, ou simplesmente Henry (pois é difícil pronunciar mesmo para os próprios malgaxes, pois tem o sobrenome com 19 letras). Foi eleito no lugar de Andry Rajoelina (presidente de transição, mas que passou 7 anos no governo). Não sei, se quando você foi por lá, já era o Andry. Se souber de um site, blog ou algo do tipo, com informações de trabalho, preço de imoveis, etc, me avise por favor. Abraço e boa continuação. Masis uma vez parabéns pelo blog. Excelente!

  49. Corrigindo o tempo de permanência em Madagascar por meio do visto:
    Brasileiro necessita de visto de entrada; o mesmo poderá ser obtido na entrada do país, para uma permanência de até 90 dias, pagando uma taxa (moeda local); ou ainda, poderá ser obtido em trânsito em um país que possua representação consular de Madagascar.
    Países que possuem representação Consulado de Madagascar: Australia/Austria/Grecia/Canada/Chile/França/Italia/Holanda /Espanha.

  50. Oi, Guilherme!
    Esse material é ótimo, estou finalizando minhas pesquisas sobre os vistos pra viagem que vou iniciar em maio e tenho uma dúvida: em algum desses países pediram pra vcs algum comprovante de renda ou prova de que vcs podiam se bancar durante a viagem, ou isso só é coisa de quando a gente tira o visto aqui do Brasil?
    Valeu!!

    • Oi Mariana,
      Em geral acho que é coisa mais de quando se tira o visto aqui. Mas alguns países como Canadá, EUA, Japão e Austrália devem pedir comprovantes em qualquer lugar do mundo, os outros não.
      Se tiver alguma experiencia diferente das descritas aqui me conte!
      Boa viagem

      • Valeu, Guilherme!
        Aproveitando, aquele lance de pedir prova de saída do país só acontece mais quando o turista chega pelo aeroporto, ou já pediram pra vcs nas fronteiras também?
        Se durante as nossas andanças descobrirmos algo diferente, aviso! :-)

      • Não se preocupe, indo por terra nunca vão te perguntar sobre a saída. Eu nunca tinha nem hotel, inventava algum nome na hora de preencher o papel na imigração. Já quando pegar voos só de ida podem pedir a passagem de volta. Para mim só aconteceu uma vez, quando estava indo da India para a Jordânia. Eu falava que ia de onibus para a Síria e eles insistiam que eu apresentasse o bilhete. Bati o pé e me fizeram assinar um papel em que eu me responsabilizava caso fosse barrado. Já peguei muitos voos só de ida e este foi o unico que encrencaram. Alias, na India me pediram o cartão de Crédito que eu tinha comprado a passagem, coisa que nunca tinha acontecido antes. Se não tiver eles não deixam embarcar! (uma copia ou autorização do titular serve). No mais tudo é beem simples ;)

  51. Oi boa noite, preciso saber o seguinte:
    Estou com o visto de residente nós emirados árabes e gostaria de saber se posso passar a fronteira para omam e depois retornar com um novo visto de turista para os emirados árabes ?
    Aguardo retorno

    • Marcela, quando vence teu visto de residente? Teoricamente vc pode utilizar o mesmo caso ele não esteja vencido. Procure se informar no departamento de imigração.

  52. Oi Guilherme, boa tarde!

    Faremos uma viagem pelo mundo e seus livros e o site tem nos ajudado muito, obrigada!

    Estou com uma dúvida sobre o Turcomenistão, lemos no livro da rota da seda que eles fazem um exame médico, como ele é realizado?
    Lemos também sobre o cartaz contra tatuagem e eu tenho tatuagem, é necessário esconde-la para passar pela fronteira? Corro risco de não entrar mesmo tendo a carta convite?

    Novamente agradeço, vc tem nos ajudado muito!

    • Oi Michele, tudo bem?! Que bom que está ajudando, fico contente! ;)
      Nós tiramos o visto de transito para o Turcomenistão. Vc tem 5 dias para viajar e não precisa de carta convite. Para o visto de turismo é um pouco mais complicado, mas também não é o bicho de 7 cabeças. Fica muuito mais caro, pois vc tem que ter um guia te acompanhando todo o período. Não se preocupe com as tatuagens, eu tenho 4 ;) Era um cartaz que chamou a atenção. O ” exame medico” foi algo bem simples, acho que faz parte da burocracia.
      Precisando da alguma ajuda é só falar!!

  53. Bom dia, Guilherme!

    Tem razão sobre o visto de turismo, pagar muuuito mais caro e ter alguém no pé o tempo todo não é vantagem, tentaremos o visto de trânsito e sem medo de ser barrada =D
    Aliás, agora você me deu o cartão verde para a próxima tatuagem… rs

    Eu e meu namorado estamos planejando viajar em breve e já pedimos ajuda em alguns sites, sem duvida no seu foi o que tivemos a resposta mais rápida, alguns sequer responderam. Você demonstrou ser muito mais que um viajante com pretensão de venda de livros, se seus dois livros não estivessem na nossa prateleira e estivessem sendo quase um “guia de viagem”, certamente iriamos a uma livraria para compra-los ;-)
    Você não só ajuda muito no planejamento como deve ser a salvação de quem já está na estrada.

    Esperamos, em breve, poder contribuir e ajudar quem precisa ;-)
    Parabéns e muito obrigada.

    • Obrigado michele! Sabe, eu não sou muito de guias de viagem, e as melhores informações que recebi foram de outros viajantes na estrada. Tenho um compromisso moral em dividir as informações que tenho ;)
      Visto no passaporte ou a Carta Convite, não são a garantia de entrar em um país, mas já é um bom caminho andado. Tem gente queé barrado nos EUA com visto, ou na Espanha que nem precisa de visto. Mas isto é minoria, quase insignificante. Pensamento positivo, atitude e sorriso no rosto e tudo da certo! ;)
      Precisando de qualquer coisa é só falar, e se passarem por Curitiba vamos tomar um café.
      Abraço

      • Sem dúvida são essas trocas que enriquecem e criam essa energia tão boa entre os viajantes, nada como conhecer lugares interessantes e ajudar as pessoas a conhece-los também =D
        Meu namorado é de Curitiba, está morando em SP, mas antes da nossa viagem teremos que ir até aí e se der certo tomaremos esse café, acho que a Bibi vai poder ajudar com algumas questões femininas… rs ;-)

    • Oi Daniele, é a “Tarjeta turística”. Vc pode comprar até no balcão de embarque de algumas cias aéreas. Tipo paga e entra. Não um visto propriamente dito, pois não existe seleção, não depende de aprovação. Pagou entrou ;) Outros países que não exigem visto também cobram uma tarjeta turística, como a Republica Dominicana por exemplo.

  54. Oi Guilherme amo teu blog, e suas aventuras com Bianca demais .Bom eu to com sérias duvidas sobre uma viagem que eu vou fazer agora em junho. Eu vou pra turquia, mas gostaria de fazer uma visita a um casal de amigos no Curdistão iraquiano, porem eu não consegui o visto para o Iraque eu já li muito sobre o visto na fronteira com a Turquia porem não sei se realmente consigo o visto com o passaporte brasileiro, um amigo disse que foi barrado com o passaporte brasileiro que só e possível com passaporte de outra nacionalidade sabe como posso tirar esse visto. espero que possa me ajudar.

    agradeço desde já

    Edna

    • Obrigado Edna!! Então, tenho boas noticias. Soube de brasileiros que foram barrados no ano passado, mas um viajante que eu dei dicas me escreveu que conseguiu entrar duas ou três semanas atras. Disse que teve que insistir um pouco, mas parece que já estão liberando novamente!! ;)
      Boa sorte e boa viagem!!

  55. Olá

    Visitei todos os paises do caribe (incluindo colonias) e deixo aqui minha experiencia:

    *Anguilla- Não precisamos de visto, geralmente so dao um mes, perguntam onde vais ficar;

    * Antigua e Barbuda- Não precisamos de visto, mas eles geralmente te dao so um mes, nunca pediram pra ver nada, mas fazem varias perguntas mais de uma vez pra te “pegar” na mentirinha;

    *Bahamas, não precisa de visto, mas eles tem o costume de mandar brasileiros para a salinha principalmente os que não tem visto americano, muitos brasileiros tentam embarcar ilegal das bahamas para os EUA. Tenha todos os documentos em maos. (Foi uma oficial da imigracao deles quem me falou).

    *Bermuda- Não precisamos de visto, como o agente de imigracao era casado com uma brasileira, foi bem tranquilo, mas vi eles mandando canadenses de volta no mesmo voo! tem que ir com bastante $$$ a ilha e carissima! Nova iorque é ficha do lado das bermudas.

    *Barbados, o pais que me deportou em 2009, eles tem preconceito se vc e brasileiro e vem da jamaica, me deixaram quase 24 em espera, passando tudo o que era meu, e eu mesmo, no raio-x pra ver se nao tinha droga…. em 2014 tinham meu nome no sistema, mas como reclamei da forma que tinham me tratado em 2009 e que nao foi justa a expulsao pois nao havia nada ilegal comigo, ela foi tranquila e me deixou entrar.

    *Guiana Inglesa, American do sul, mas culturalmente linkada ao caribe, não precisa de visto e sao super tranquilos…

    *Belize, america central, mas culturalmente linkada ao caribe… nao precisa de visto, foram super tranquilos…

    *Ilhas virgens Britanicas, muitas prostitutas brasileiras la, desconfiaram de mim pois na mesma semana prenderam uma quadrilha de brasileiros la, me mandaram pra salinha, mulheres de varias nacionalidades tambem…. cuidado meninas, mas no final entrei

    *ilhas Caiman, tranquilo, agora caro pra c%$%$

    *Dominica, tranquilo, agora o pais e beeeeem anos 1800….

    *Granada, nao precisa de visto, a mesma observacao para mulheres brasileiras ai de cima (conheci umas 3 la que passaram por cada uma com a imigracao), mas comigo foi tranquilo.

    *Jamaica – tranquilo agora pediram pra ver minha reserva de hotel

    *Montserrat, a ilha destruida pelo vulcao soufriere, vale muito a pena, muito triste ver todas aquelas cidades abandonadas…. nao tem transporte publico, vc tem que alugar um taxi la

    *Saint kitts and Nevis, tranquilo…. vale muito a pena visitar as muralhas de brimstone hill

    *Santa Lucia. nao precisa de visto, MARAVILHOSA a ilha, muito top….

    *São vicente e Granadinas, nao precisa de visto, as ilhas das granadinas sao mais bonitas do que a principal sao vicente, muitos portugueses e filhos de portugueses la, ate o primeiro ministro, nelson goncalves

    *Trinidad e tobago- tranquilo, fiz muitos amigos la! te pedem a reserva de hotel e de aviao…

    *Ilhas Virgens Americanas- duuhhhh visto americano by Magda do sai de baixo,,,,, vale muito a pena, principalmente Saint Johns

    *Aruba, Bonaire, Curaçao, Saba, Sao Eustaqui, Saint Marteen, antigamente chamadas de Antilhas Holandesas, nao precisamos de visto, eles adoram brasileiro, e cada ilha tem algo de muito especial, vale muito a pena!

    *Republica Dominicana, vendem o visto na chegada, 10 dolares…. muito show o pais, principalmente punta cana….

    *Antilhas da França, (Guadalupe, Martinica, Saint Barths) sempre me falavam muito mal deles, quando estive la descobri o porque, nao sei se e o jeito frances de ser, mas eles sao bem arrogantes, e tudo e bem sujinho, o povo nao gosta de tomar banho, tudo muito caro, claro que as ilhas sao lindas, tem muita coisa pra ver e fazer, mas eu sempre ficava com o pe atras, claro que conheci pessoas maravilhosas, mas estas mesmo nao eram de la!

    *Cuba, cuba sempre será cuba…. ame ou odeie, te vendem no check-in o visto, que e um cartao onde vc escreve seus dados basicos, custava na epoca 20 dolares…. galera e melhor ir o quanto antes, minha amiga foi agora em março de 2015, JA TEM ATE WI-FI!!!!!!!

    *Guiana Francesa, visto PURAMENTE BUROCRATICO, agendei pelo site da embaixada, fui ate brasilia, nao tem NINGUEM NA FILA, e olha que era embaixada da França….. pegam tuas digitais, voce paga o visto, pedem a passagem, mesmo sem garantia de visto, pedem a carteira de vacinacao contra febre amarela, pedem reserva de hotel, reservei pelo booking.com e depois cancelei…. o visto chega em 2 semanas, o sedex tava incluso no visto, paguei na epoca 270,00 R$, eles sempre dao multiplas entradas, la em caiena NEM OLHARAM NA MINHA CARA, carimbaram e tchau….

    Espero ter ajudado.

    • Não tenho nem ideia Carmen, mas o primeiro caminho é sempre a residencia no Brasil, para só depois solicitar a naturalização. Não deve ser rápido.

    • carmen, oficialmente 10 anos depois do casamento legalizado, e seu esposo terá que passar em uma prova de proficiencia na lingua portuguesa, tive um chefe que passou pelo processo. Eles dificultaram porque tava tendo mafia de gente da africa e do oriente medio se casando com brasileiro pra conseguir o passaporte e entrar na europa sem visto e ficar por la…

  56. Olá … Tenho o visto americano de 6 meses, caso eu queira ir dos EUA para o México pq necessário visto? Fique sabendo que ao retornar para o EUA o visto é atualizado para mais 6 meses é verdade?

    • Oi Erica, imagino que vc tenha um visto com validade de 5 ou 10 anos, mas na entrada te deixaram ficar 6 meses como turista, é isto? Eu já sai para o México e na volta deram somente o tempo restante da minha entrada anterior. Tipo se você tiver mais um mês para vencer os 6 meses, eles dariam 1 mês só, e não 6. Mas isto depende muito, não tem uma regra. Podem dar outros 6, depende do bom humor do oficial. Você pode até pedir mais tempo, mas ele pode perguntar como vc vai se manter tanto tempo sem trabalhar. De qualquer forma não custa tentar… Boa sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s